Pablo, o Beatlemaniaco

23 08 2009

PAF!!! Nada escapa da sua fúria. Amigos, Familia, Animais. Tudo que esteja entre Pablo e seu precioso computador era alvo de seus tapas.

Mas diferentemente de Fernando, seu vizinho, Pablo não saia do computador por outra razão: Ele era seu único modo de ouvir os Beatles.

Sua obsessão era tanta que obrigou sua mãe a mudar seu nome de João para Pablo MacCartney, e seu cachorrinho chama-se Rex Harrison.

Pablo não queria saber de estudar, Beatles era sua vida e sua vida era Beatles. Ele passava horas, dias, semanas em frente ao computador ouvindo o Fab Four tocar, e já se passava da segunda semana seguida em frente a seu computador quando ele resolveu prosseguir com seu plano.

Ele ficou sabendo que seu vizinho, Fernando, tinha se matado, e que o mesmo possuia muitos recursos tecnológicos, então, Pablo invadiu a casa abandonada e começou sua busca. Tinha escrito num papel tudo que precisava. Roubou o gabinete, o monitor, impressora, scanner, teclado (ele achou estranhamente molhado), mouse e tudo que pode carregar, levando tudo ara sua casa.

Sua mãe, Teresa, era membro ativo da Igreja Universal, já tendo até mesmo comprado a Chave do Céu da mão do Bispo Edir Macedo, por uma quantia minima de alguns milhões, ficava satisfeita a saber qu

e o filho, ao invés de se dedicar ao crime, ficava em casa sob seus cuidados, ouvindo uma banda melódica e não uma de metal pesado, o som dos ateus, e até comprara um chorrinho para seu filho na última semana, que insistira que precisava de um imediatamente, e como era uma boa mãe, resolvera atender o pedido do seu filho amado. Ela era professora nem centro comunitário para os necessitados e passava quase o tempo todo fora de casa, por isso, Pablo teve sua chance no dia seguinte do roubo.

Tendo instalado todos os aparelhos, ele ligou sua engenhoca (que agora ocupava metade do seu quarto). O scanner roubado, que já era grande foi ampliado pelo próprio Pablo, que também instalou um monitor maior e aumentou a potencia do gabinete, fazendo o aguentar Prototipe e Fallout 3 ao mesmo tempo no High.  Dando uma última checada nos três No-Breakes que tinha instalado, Pablo acionou o programa e rápidamente deitou no scanner.

Estava tudo correndo de acordo com o plano. No instante seguinte, ele estava de péno meio da tela do Youtube que tinha deixado aberta, e o clipe de Yellow Submarine, que tinha deixado tocando no repeat continuava febrilmente.

Pablo observou pela primeira vez seus idolos ao vivo, era só disso que ele precisava, e, juntos, viveram felizes, cantando e dançando por mais dias do que puderam contar.

No dia seguinte, Teresa chegou em casa chamando pelo filho, e ao perceber que não estava em casa, ficou desesperada. Chamou a policia, procurando pelo filho que óbviamente tinha sido sequestrado. Durante uma das buscas, um bilhete foi encontrado na sala da casa: “Mãe, estou indo morar com Paul e os outros, eu te amo, beijos”. Era a pista que precisava: alertou a Interpol e em menos de meia hora, Paul McCartney estava preso sob acusação de sequestro.

Teresa nunca superou a perda do filho, e, num ato de loucura, pegou a arma que seu falecido marido tinha comprado e atirou na própria cabeça. A bala atravessou seu crânio e perfurou a parede, danificando parte do sistema elétrico de lá, o corte de energia resultante fez a energia cair na casa, fazendo o computador de Pablo desligar.

Ninguém jamais ouviu falar de Pablo, mas dizem que quando se escuta um certo video de Yellow Submarine no Youtube ainda pode-se escutar seus gritos de terror ecoando pela janela aberta.

Anúncios

Ações

Information

3 responses

23 08 2009
gigi D:

grande Jozo.
grande texto.
grande Pablo.
grande Beatle.

23 08 2009
jozodeimos

obrigado =]

23 08 2009
Victor Leme

Meu deus, ou o mundo é louco ou eu sou louco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: