Feliz dia do Pi

14 03 2012

Hoje é dia 14 de março. No Brasil, escrevemos a data como 14/3, mas nos Estados Unidos a escrita é inversa: 3/14. Isso é familiar para você? Exatamente, parece muito com o Pi, a constante que utilizamos na matemática. Por essa razão, no dia 14 de março é comemorado o Dia do Pi (clique aqui para saber mais sobre ele)i, uma das datas mais geeks do ano.

Existem comemorações do Dia do Pi desde 1988 e há quem também quem diga que o momento exato para as comemorações seja às 1:59:26 do referido dia. Isso porque 3,1415926 é o Pi até a sétima casa decimal.

Não se tem certeza de quantas casas o Pi possui no total, mas há competições que levam gênios da memorização a “recitarem” o número para ver quem consegue decorar mais (em uma aproximação mais exata) algarismos depois da vírgula. Outra curiosidade. Como o Pi é pronunciado da mesma maneira que a palavra “pie”, o dia é marcado também pelo alto consumo de tortas nos Estados Unidos.

By: Luca Lobo





O P&D é um blog de ciência

13 03 2012

E na ciência acreditamos, graças a Deus…

Via: Capinaremos

By: Luca Lobo





Cientistas podem ter descoberto pílula contra racismo

12 03 2012

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Oxford afirmou ter descoberto um medicamento capaz de curar o racismo. Durante estudos realizados com uma droga bastante comum no tratamento da pressão alta — o Propranolol —, os cientistas observaram que um dos efeitos colaterais do medicamento era a sua ação sobre uma área do cérebro responsável por algumas respostas emocionais.

Os pesquisadores avaliaram os efeitos do Propranolol em um grupo de 36 estudantes voluntários, todos do sexo masculino e brancos. Metade dos voluntários recebeu uma dose de 40 mg de Propranolol, enquanto a outra recebeu uma dose de placebo. Todos os voluntários então passaram por um teste específico para identificar o comportamento racista, mostrando resultados estatisticamente relevantes, que levaram os pesquisadores a acreditar que o medicamento pode realmente ter algum efeito sobre o preconceito racial.

Embora o grupo objeto da pesquisa fosse muito pequeno — apenas 36 homens brancos —, ainda assim os resultados foram surpreendentes. Os pesquisadores acreditam que o medicamento reduz o racismo ao atuar no sistema límbico, que regula o comportamento sexual e a agressividade. Além disso, os resultados apresentaram novas evidências sobre os processos cerebrais que geram o preconceito, mesmo em indivíduos que defendem a igualdade, sugerindo que o medicamento poderia ser utilizado para regular atitudes racistas inconscientes.

Contudo, caso estudos mais abrangentes sejam levados a cabo e realmente seja comprovada a eficácia do Propranolol no tratamento da intolerância e da discriminação, fica a dúvida de como será a regulamentação com relação à prescrição do medicamento.

 

By: Otávio





Mendigos são transformados em pontos de wi-fi nos EUA

12 03 2012

Durante o SXSW 2012, uma conferência e festival de música, filmes e interatividade realizada em Austin, nos EUA, os visitantes do evento poderão conectar seus gadgets à internet utilizando pessoas sem-teto que foram transformadas em pontos de acesso Wi-Fi móveis. A ação faz parte do projeto inovador Homeless Hotspots, idealizado pela empresa de marketing BBH.

Clarence o mendigo hotspot

De acordo com a cobertura do jornal The New York Times, os moradores de ruas que aderiram à campanha circulam pelo evento usando camisetas com a frase “Eu sou [nome do sem-teto], um ponto de acesso 4G”. Para se conectar ao serviço, a pessoa pode doar a quantia que quiser ao sem-teto.

Saneel Radia, representante da BBH e responsável pelo projeto, explicou ao blog BuzzFeed que a iniciativa quer abrir os olhos dos participantes da conferência para esse problema social. “A preocupação é que essas pessoas sejam vistas apenas como hardware. Mas, francamente, eu não teria criado isso se não acreditasse no oposto”, comentou Radia. “Estamos abertos às críticas”, completou ela.

Porquê, sabe, em vez de dar moradia ou comida pros mendigos, vamos faze-los escravos dos tecnomaníacos… WTF USA!?

Via: Tecmundo

By: Luca Lobo





Laboratório da Google promete óculos de realidade aumentada

12 03 2012

Olha, eu com certeza quero um...

Recentemente, o Google anunciou que seu laboratório de inovações, o Google X, irá lançar um par de óculos derealidade aumentada. A inovação deverá estar disponível no mercado até o fim do ano e promete ser uma espécie de “tela transparente” de computador.

Apesar do design do produto ainda não ter sido revelado, já foi divulgado que ele terá uma câmera acoplada, capaz de identificar o que você vê. Como os óculos terão uma conexão 3G ou 4G, ele terá GPS e sensores de movimento. Além disso, você verá informações sobre os lugares que você visita automaticamente diante de seus olhos. Ao passear por pontos turísticos, por exemplo, você poderá ler sobre a história do local, ou ver dicas de outras pessoas que já passaram por lá.

O invento do Google deverá custar entre 450 e 600 dólares, o preço aproximado de um smartphone. E de acordo com a empresa, o óculos deverá ser usado de forma ocasional e não continuamente. Mas, será que esse novo invento, possivelmente revolucionário, do Google vai pegar? Para o futurólogo Michell Zappa (aparentemente, não é parente do Frank), o público-alvo imediato dos óculos serão os aficionados por tecnologia, o mesmo tipo de pessoa que faz fila fora das lojas da Apple quando um novo iPhone é lançado. “Mas acredito que os óculos serão uma extensão dos aparelhos Android, e eles não tem fãs tão apaixonados”, conta.

Continue lendo »





Insetos podem ter personalidade, indica pesquisa com abelhas

10 03 2012

A colmeia não é formada apenas por abelhas trabalhadoras, dispostas a realizar qualquer atividade para servir à rainha e ficar perto da colmeia. Algumas delas desejam viver aventuras e procuram um pouco de emoção, de acordo com estudo publicado nesta quinta-feira (8) na revista científica “Science”. Isto seria um indício de que os insetos também têm personalidade, afirma a pesquisa.

Abelhas hipsters

A descoberta foi feita por cientistas da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, que verificaram que o desejo e a disposição para realizar tarefas específicas diferem entre as abelhas. Eles se dedicaram a dois tipos de comportamento que parecem estar relacionados com a busca por novidades: a procura por novos abrigos e a realização de trajetos mais longos e mais afastados da colmeia para encontrar alimento.

Quando a colmeia cresce muito e ultrapassa seus limites, o grupo se divide e parte dele precisa buscar um novo lar. Apenas cerca de 5% das abelhas assumem esta responsabilidade e, segundo os cientistas, elas são três vezes mais propensas a se tornarem caçadoras de alimento em longas distâncias. Elas foram chamadas de escoteiras. Já outras abelhas apresentam tendência de ficar mais próximas da colmeia e a não deixar o grupo.

Continue lendo »





Dinossauro foi o primeiro animal a possuir penas brilhantes

10 03 2012

Um estudo publicado nesta quinta-feira (8) pela revista “Science” mostra qual foi o primeiro animal a ter penas brilhantes na natureza: um dinossauro. O microraptor viveu há cerca de 130 milhões de anos e faz parte da família dos dromeossauros, assim como o velociraptor.

Sim, eu também estava esperando um T-Rex brilhando no escuro…

Esse dinossauro tinha uma plumagem em tons de preto e azul, como um corvo. Suas penas eram capazes de refletir as cores do arco-íris. Segundo os autores, a descoberta, baseada em registros fósseis, ajuda no estudo da evolução das penas.

A equipe formada por cientistas dos EUA e da China acredita ainda que, com as penas brilhantes, esses animais usavam a plumagem na interação entre si – como no acasalamento, por exemplo –, assim como muitos pássaros modernos fazem.

By: Otávio





Efeitos da tempestade solar estão piores do que os cientistas esperavam

10 03 2012

Aurora boreal na Islândia

 

A tempestade solar que atinge a Terra desde quinta-feira (8) está mais forte do que os cientistas identificaram inicialmente. Nesta sexta, a Nasa afirmou que a tempestade geomagnética foi elevada do nível G1 ao nível G3, em uma escala que vai de G1 a G5, onde G5 é o mais forte.

O fenômeno não tem impacto direto sobre as pessoas nem sobre a natureza, mas pode afetar o funcionamento de satélites, GPS e redes de energia. Além disso, a interferência causada pela radiação solar fez com que algumas companhias desviassem a rota dos voos próximos aos polos.

As auroras boreais, que puderam ser vistas em várias regiões na noite de quinta, também são provocadas por essa interação.

 

 

No começo da semana, o Sol emitiu uma nuvem de partículas e radiação, que interagiu com a Terra, trazendo todas essas consequências. Essa erupção solar foi considerada a mais forte nos últimos cinco anos.

Na quinta, a tempestade geomagnética provocada pela atividade do Sol deu sinais de que seria fraca. Porém, uma mudança de direção nos campos magnéticos da nuvens emitidas pelo astro fez com que a tempestade ganhasse força.

Novas imagens divulgadas pela Nasa mostram a evolução de uma nova erupção solar que começou na madrugada desta sexta-feira (9).

De acordo com a agência espacial, a nuvem de partículas e radiação deve atingir o envelope magnético que circunda a Terra na manhã de domingo (11).

 

By: Otávio~

 





Planárias podem ser a chave para a imortalidade

8 03 2012

Aquilo na cabecinha dela não são olhos, sim, eu sei, decepcionante...

Pesquisadores britânicos acreditam que platelmintos podem viver para sempre graças à capacidade de regeneração constante. Essa teoria foi formulada depois que especialistas da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, criaram uma colônia de mais de 20.000 platelmintos a partir de um único verme.

As planárias vivem em lagos e lagoas e têm a incrível capacidade de regeneração e multiplicação das partes de seu corpo. Por isso, quando verme tem uma de suas partes amputadas, conseguia se reconstituir novamente. Em outras palavras, os pedaços de uma única planária são capazes de criar músculos, pele, vísceras e cérebro, dando vida nova a um novo ser.

Entender como esse fenômeno funciona, bem como os processos químicos envolvidos pode ajudar cientistas a desenvolver novos métodos para permitir que seres humanos fiquem jovens por mais tempo.

Além disso, de acordo com um dos líderes da pesquisa, Aziz Aboobakes, os dados coletados vão ajudar a entender o que é preciso para um animal ser potencialmente imortal. “Nossa próxima meta é compreender os detalhes da evolução de um animal imortal”, disse ao The Telegraph.

Há muito, os platelmintos fascinam os cientistas pela sua capacidade de regeneração. Os estudos mais recentes revelaram que esse verme pode manter continuamente, e durante as regenerações, o comprimento de uma parte crucial de seu DNA, o telômero, responsável por proteger as funções celulares do envelhecimento.

Com um DNA fortalecido, os pedaços de uma única planária são capazes de criar músculos, pele, vísceras e cérebro, dando vida nova a um novo ser.

Via: Galileu

By: Luca Lobo





Cidade australiana (onde mais?) é invadida por aranhas

8 03 2012

A Austrália tem sofrido com fortes chuvas de verão ao longo dessas semanas. Mas, além dos moradores, que estão sendo obrigados a deixarem suas casas, um outro tipo de habitante também está se movendo para tentar escapar da água: as aranhas. O que de longe parecia neve, na verdade é uma espécie de campo de refugiados de aranhas, localizado perto de uma área residencial no interior do país. Essas espécies costumam viver perto de rios. Porém, com as inundações em todo o leste do país, as aranhas tiveram que encontrar um lugar mais seco para se abrigarem.

Quando os moradores de Wagga Wagga (<– LOL), sudeste australiano, começaram a reparar em seus novos vizinhos, já havia se formado uma verdadeira floresta de aranhas, um fenômeno nunca antes visto. Especialistas garantem que essa espécie não oferece nenhum perigo à população. Confira as fotos:

Continue lendo »