Brasil está fora da disputa pelo Oscar

21 01 2010

O Brasil está fora da corrida pelo Oscar de melhor filme estrangeiro. A Academia divulgou nesta quarta-feira (20) a lista dos nove longas-metragens selecionados para seguir na disputa por uma indicação ao prêmio.

A produção nacional “Salve geral” de Sérgio Rezende, escolhida para representar o país na octogésima segunda edição do Oscar, não está entre os selecionados. O Argentino “O segredo dos seus olhos” e o Alemão “A fita branca”, ganhador do Globo de Ouro, foram incluídos na lista.

Aqui você confere a lista completa:

–         “O segredo dos seus olhos” de Juan Campanella (Argentina)

–         “Sasmon e Delilah” de Warwick Thornton (Austrália)

–         “The world is big and salvation lurks around the corner” de Stephan Komandarev (Bulgaria)

–         “Un prophète” de Jacques Audiard (França)

–         “A fita branca” de Michael Haneke (Alemanha)

–         “Ajami” de Scandar Copti e Yaron Shani (Israel)

–         “Kelin” de Ermek Tursunov (Cazaquistão)

–         “Winter Wartime” de Martin Koolhoven (Holanda)

–         “The milk of sorrow” de Claudia Llosa (Peru)

“Salve Geral” havia ficado entre os 65 pré-candidatos à categoria, que, segundo a assessoria da Academia, foram exibidos para centenas de membros da associação entre outubro e 16 de janeiro.

Até 2 de fevereiro, quando serão anunciados os indicados ao Oscar, a lista dos nove eleitos dará origem aos cinco finalistas da categoria.

By: Luca Lobo





Um cadáver encontrado na sede do Parlamento Argentino

14 11 2009

O cadáver de um homem foi encontrado neste sábado (14) em um dos pátios internos da sede do Parlamento argentino, informaram fontes oficiais.Até o momento, não se sabe a identidade do falecido, já que não foi localizada nenhuma documentação ou outro elemento que pudesse determinar de quem se trata.Um comunicado divulgado pelo Senado da Argentina diz que a suspeita é de que o homem teria caído do quarto andar do edifício.Segundo a nota, empresas prestadoras de serviços estão trabalhando no Parlamento “em tarefas de manutenção e limpeza de pisos, tetos, janelas e varandas” e que, com isso, a vítima pode ser um funcionário de alguma destas companhias.