Dicas e truques para combater aquele sono no trabalho

16 02 2012

É um fato que todos que trabalham, sofrem.. Aquele soninho após o almoço ou lanche, que na maioria das vezes pode prejudicar seu rendimento e até causar problemas com seu chefe! Mas, quais as causas mais comuns desse sono e o que podemos fazer para combate-lo?

O quê provoca o sono no trabalho?

Domir pouco – Jornada excessiva, revezamentos constantes no horário de trabalho,  problemas pessoais e muitos compromissos fazem uma pessoa dormir menos do que o corpo precisa.

O que fazer?

Procure dormir mais. Um adulto precisa dormir de seis horas e meia e oito horas e meia por dia. Aproveite as viagens de ônibus, os minutos que restam do almoço ou dos intervalos dos estudos para cochilar.Também vale compensar o sono no final de semana!

Dormir mal – Ansiedade, mente agitada, calor,claridade, desconforto, barulho, doenças e praticamente tudo que pode atrapalhar sua boa noite de sono.

O que fazer?

Elimine tudo que dispensar seu sono. Prepare um ambiente confortável, arejado, silencioso e escuro (mas vale também deixar uma brecha de luz no quarto também, se preferir).Tente também não pensar no trabalho antes de dormir e ao invés disso pense em situações calmas. Não coma alimentos muito pesados e se for ver TV, programe-a para desligar em 30 minutos. Mas ao invés de TV, tente ler ou ouvir musicas calmas.

Doenças –  Existem doenças que provocam o sono diurno e outras que atrapalham o sono noturno, como a apneia (que provoca roncos e interrupções na respiração durante o sono), obesidade, insônia e a narcolepsia (ataques de sono repentinos), hipersonolência  idiopática ( sono excessivo o tempo todo), entre muitas outras

O que fazer?

O melhor é procurar um médico, que poderá ajudar no diagnóstico e tratamento dessas doenças para evitar problemas futuros e melhorar a qualidade do seu sono.

Confira abaixo mais algumas dicas!!

Continue lendo »





Toda classe tem… Parte 2!

17 05 2010

Zorra Total – O meio termo entre o jim carrey e o joselito. Não é engraçado, não é cuzão. Ele não é nada. Na maioria das vezes nem lembra das piadas. “Sabe a piada do pintinho que não tinha pinto? Não, perai, não era assim….Ah ta, então, o pintinho não tinha cu, dai ele foi arrotar…PORRA, pera um pouco.” E quando ele finalmente lembra você não vai achar graça, por que vai estar num asilo esperando seu pudim de ameixa.

Ladrão – Se some algo da sala, ele é o responsável. Tudo começa quando ele precisa de um lapis emprestado. Ele pega e esquece de devolver. Você não notou? Então ele pede uma borracha, depois uma caneta, e quando você vê ele ja ta com sua tv de lcd na casa dele. E se você tenta pegar de volta ele fala: “é minha cara, para de falar merda! Mas você pode até recuperar suas coisas se estiver disposto a pagar o almoço dele.

Barbie – Loirinha do MP986390, que anda com sua mochila rosa, estojo rosa, lapis rosa (é até um bom plano, por que fica facil de ver se o ladrão roubou) o tenis rosa, com suas meias rosas. Infelizmente,ela age como se você fosse pó! Ela acha que é melhor que você porque o que ela tem perdido nos bolsos pode pagar a casa dos seus pais com tudo o que tem dentro e ela pode até ta certa.

Continue lendo »





Toda classe tem…

6 05 2010

Você sabe que é verdade!

Smeagol –  Aquele sujeito estranho que fica senta na primeira fileira (provavelmente usa óculos, aparelho, e leva pêra na lancheira dos Power Rangers dele), chama a lição de preciosa e não divide com ninguém.

Pitbull – O grandão repetente que intimida todo mundo, também conhecido como Urso: É maior que você, corre mais que você e pode (e vai) matar você. Seu habitat natural: O fundo da sala.
Ps.: Tente não sentar perto dele. O alvo dele pode ser o smeagol, mas ele vai ter que passar por você pra chegar até ele, e duvido que ele vá pedir licença.

Cheira nem fede – O quietão da sala que ninguém zoa simplesmente porque não tem graça. Ele não demonstra nenhuma expressão, passa despercebido por qualquer um e pode ser considerado um peso morto. Não representa mais do que uma das carteiras da sala, o típico cara objeto que o pitbull costuma lançar em direção ao smeagol.

Continue lendo »





Escola troca gente velha por professoras peitudas

27 09 2009

Uma escola privada em Fort Lauderdale, no estado da Flórida (EUA), está sendo acusada de demitir as

Essa é a professora que eu quero pra mim!

Essa é a professora que eu quero pra mim!

professoras mais velhas e substituí-las por mulheres jovens e peitudas, segundo o jornal americano “Sun-Sentinel”. O reverendissimo diretor da escola, William Brooks, de 58 anos, diretor da escola “St. Mark’s”, foi acusado pelas professoras demitidas Julie Calzone, de 58 anos, Cathleen Fischer, de 59, Carol A. McMahon, de 63, e Susan Woods, de 59, de discriminação etária. A Comissão para a Igualdade de Oportunidades de Emprego Norte-Americana (EEOC) destacou que as decisões do diretor mostram uma discriminação contra os indivíduos mais velhos. Mas a escola argumentou que as demissões foram feitas com base no desempenho. Além das quatro professoras que denunciaram o tratamento discriminatório, a EEOC está analisando os casos de outras 12 professoras que foram demitidas pela escola, mas que não apresentaram queixas, para ver se a idade pode ter sido um fator para as demissões.