Experiências Nazistas durante a Segunda Guerra Mundial

16 11 2013

Quando eu falo experiências, eu quero dizer experiências médicas feitas pelos nazistas durante a II Guerra Mundial. E acredite se quiser, foram muitas, sendo que há boatos que algumas das piores experiencias não foram nem documentadas por motivos de sanidade.

Nas mãos de médicos como Josef Mengele, Sigmund Rascher, Eduard Wirths e Werner Fischer, a criatividade humana mostrou seu lado obscuro realizando experiências em judeus, ciganos, homossexuais, deficientes físicos, mentais e outras pessoas definidas como “inferiores” pelos nazistas durante o Holocausto.

Aqui vão algumas das experiencias, sendo divididas em 3 categorias para facilitar a visualização: Militar, Eugenia e Geral

MILITARES

Era feitas principalmente com o intuito de melhorar a eficácia de seus soldados no campo de batalha

 

Pressão: a fim de saber a altitude segura para os soldados, os médicos nazistas

submetiam os presos à testes de pressão onde, geralmente, eles perdiam a consciência ou

morriam com horrorosas convulsões por excessiva pressão intracraniana. Das 200

vítimas, 80 morreram durante os experimentos e os demais foram executados depois. A

baixa pressão contendo esses prisioneiros era utilizada para simular as condições a

altitudes de até 20 km, além de testar a profundidade máxima que os soldados poderiam

mergulhar em condições normais.

 

 

Continue lendo »

Anúncios




Massacre da Serra Elétrica Cosplay

11 05 2010

Americano é acusado de atacar ex e amigas dela com serra elétrica ligada.

O americano David Stockton, de 37 anos, foi preso no Oregon neste domingo (9) acusado de ter atacado com uma serra elétrica ligada três mulheres que estavam em um carro, segundo a polícia. As vítimas eram uma ex-namorada do acusado e duas amigas dela.

Só pela barba é possível perceber que há algo de errado com esse cara...

Só a barba já permite perceber que o sujeito não deve ser muito normal...

O caso aconteceu no sábado, na cidade de Medford, segundo o sargento Mike Budreau.

As três mulheres iam a uma festa de aniversário, mas antes resolveram passar na casa do acusado, que havia convidado a ex-namorada Kristina Hood, de 36 anos.

Kristina, o acusado e outra mulher saíram da casa e em seguida começaram a discutir.

Ele pegou então a sua serra elétrica e partiu para cima do utilitário em que as mulheres estavam.

Segundo a polícia, uma das três teve de se abaixar para evitar ser atingida pela lâmina, que atravessou o vidro de uma das janelas.

Keri Sandstron, uma das vítimas, descreveu o caso como “um pequeno massacre da serra elétrica”, numa referência ao filme de terror. A motorista, Shauna Franklin, disse que Stockton parecia “louco”.

Elas conseguiram dar a partida e fugir. Alguns quarteirões adiante, elas ligaram para o telefone de emergência para avisar do ataque.

Stockton foi processado por tentativa de agressão e mais cinco acusações.

A polícia foi à casa do acusado, mas ele não estava. Ele só foi encontrado no dia seguinte, na casa de um amigo, com a arma do crime.

Stockton foi solto na noite de segunda-feira, depois de pagar uma fiança de US$ 15 mil. A corte do condado de Jackson determinou que ele não pode se aproximar das vítimas e também não pode usar álcool e armas. Ele pode possuir ferramentas, mas não pode usá-las como armas.

Fonte: G1

by: Pedro A.