Mendigos são transformados em pontos de wi-fi nos EUA

12 03 2012

Durante o SXSW 2012, uma conferência e festival de música, filmes e interatividade realizada em Austin, nos EUA, os visitantes do evento poderão conectar seus gadgets à internet utilizando pessoas sem-teto que foram transformadas em pontos de acesso Wi-Fi móveis. A ação faz parte do projeto inovador Homeless Hotspots, idealizado pela empresa de marketing BBH.

Clarence o mendigo hotspot

De acordo com a cobertura do jornal The New York Times, os moradores de ruas que aderiram à campanha circulam pelo evento usando camisetas com a frase “Eu sou [nome do sem-teto], um ponto de acesso 4G”. Para se conectar ao serviço, a pessoa pode doar a quantia que quiser ao sem-teto.

Saneel Radia, representante da BBH e responsável pelo projeto, explicou ao blog BuzzFeed que a iniciativa quer abrir os olhos dos participantes da conferência para esse problema social. “A preocupação é que essas pessoas sejam vistas apenas como hardware. Mas, francamente, eu não teria criado isso se não acreditasse no oposto”, comentou Radia. “Estamos abertos às críticas”, completou ela.

Porquê, sabe, em vez de dar moradia ou comida pros mendigos, vamos faze-los escravos dos tecnomaníacos… WTF USA!?

Via: Tecmundo

By: Luca Lobo





Mendigo encontrou 200 ingressos para o show do AC/DC no lixo

4 10 2009

(Aproveitando para dizer que eu estou de volta…)

Em São Paulo, um morador de rua achou 200 ingressos para o show da banda

Mendigo achou ingressos para show do AC/DC no lixo da Fnac Pinheiros

Mendigo achou ingressos para show do AC/DC no lixo da Fnac Pinheiros

australiana AC/DC no lixo da FNAC Pinheiros. O morador de rua, achando que os ingressos eram uma mensagem divina, os distribuiu como se fossem panfletos no semáforo da Av. Pedroso de Moraes. A notícia acabou se espalhando rápido pela região.

Mais tarde, localizado o morador de rua, que se apresentou como Bento, disse que achou os ingressos na busca por alimentos, num saco de lixo próximo a FNAC. Pensou em se tratar de uma mensagem cristã, segundo ele: “AC/DC eu só conheço por causa de Jesus, nosso Senhor. Achei que tinha recebido um sinal pra espalhar a mensagem dele que tava jogada no lixo.”

O taxista Florentino Petre, que trabalha na região e conhece o mendigo, foi um dos que ganhou ingressos. “Falei pra ele que aquilo ali valia uma grana, que era de uma banda de rock que ia tocar no Brasil. Ele disse que ia procurar um pastor, que rock era coisa do demônio [risos]” – Disse o taxista.

O estudante Douglas Tetto recebeu ingressos

O estudante Douglas Tetto recebeu ingressos

O estudante de enfermagem Douglas Tetto, que recebeu 3 ingressos no semáforo, pensou que se tratava de uma ação de marketing da empresa Ticketmaster. “Achei que eles estavam querendo recompensar as pessoas por causa dos problemas que tiveram com o site.”

O mendigo também se disse vítima de forças ocultas. “O Seu Florentino (taxista) me disse que era coisa de rock e procurei um pastor que me disse que era coisa do demo mesmo e que era uma provação que eu tavo (sic) passando e que eu tinha que superar. Ele disse pra mim deixar (sic) os papeis de Lúcifer na igreja, mas eu levei comigo pra queimar.” disse Bento, assustado com a repercussão do caso.

O morador distribuiu cerca de 50 ingressos no semáforo e queimou mais de 150 ingressos avaliados em R$ 30.000 no total.


Pobre mendigo, e imbecil pastor. É a religião ferrando com a vida de mais um!!

A FNAC e a Ticketmaster não quiseram comentar o caso. A origem dos ingressos ainda é desconhecida.

Fonte: Jornal Supimpa