Jurassic World se passará 22 anos após Jurassic Park III

29 11 2013
MAL POSSO ESPERAR EU TO TÃO ANIMADO!!!

MAL POSSO ESPERAR EU TO TÃO ANIMADO!!!

Jurassic World, o novo filme da franquia Jurassic Park, se passará 22 anos depois dos eventos do primeiro filme, lançado em 1993. A informação foi divulgada pelo diretor Colin Trevorrow no Twitter, que respondia a um fã preocupado com o reboot da série cinematográfica: “Reboot é uma palavra forte. É uma nova nova aventura sci-fi de horror que se passa 22 anos depois dos terríveis eventos de Jurassic Park“.

Ty Simpkins (Homem de Ferro 3), Bryce Dallas Howard (Homem-Aranha 3, Histórias Cruzadas), Nick Robinson, (The Kings of Summer) e, possivelmente, Irrfan Khan (As Aventuras de Pi) estão no elenco. Chris Pratt (Guardiões da GaláxiaParks and Recreation) é cotado para estrelar o longa.

Ainda não foram divulgados detalhes sobre a trama do filme, mas rumores indicam que o longa se passaria na Ilha Nublar dos dias atuais, onde Parque dos Dinossauros teria sido inaugurado, seguindo os planos originais de John Hammon (Richard Attenborough) no primeiro filme. Na suposta trama, o parque temático recebe 10 milhões de visitantes todos os anos e é completamente seguro, descrito como algo na linha do Sea World, com uma área chamada Lagoa da Ilha Nublar.

Jurassic World será rodado em 3D com produção do diretor já consagrado Steven Spielberg, à partir de um roteiro escrito às duas mãos por Colin Trevorrow e Derek Connolly. O lançamento acontecerá em 12 de junho de 2015, exatamente 22 anos após o lançamento do primeiro filme nos cinemas.

Fonte: Omelete

By: Kappa Luca

Anúncios




Refirigerantes do Mundo #4 – Fantas

17 04 2010

A Fanta foi inventada na Alemanha, em 1941 pois durante a Segunda Guerra Mundial, quando a fábrica alemã da Coca-Cola deixou de receber o xarope usado no preparo do refrigerante, inventaram a Fanta. O nome, escolhido pelos empregados da empresa, foi tirado da palavra fantástica, que é parecida em muitas línguas.

Entre 1945 e 1955, a marca Fanta foi usada apenas para não perder o registro. Só foi ressuscitada de verdade para o lançamento de um refrigerante de laranja criado pela Coca-Cola italiana em abril de 1955. Fez sucesso e foi conquistando o mundo, chegando aos Estados Unidos em 1959. No Brasil, a Fanta Laranja foi lançada em dezembro de 1964 e a Fanta Uva, em julho de 1970.

Hoje em dia, no Brasil, só são comercializadas as Fantas Laranja e Uva, porém de 1978 até 1984 foi comercializada a Fanta Limão, de 2002 à 2004 as Fantas Maçã e Citrus, de 2003 até 2004 a Fanta Morango, a Fanta Mix, que foi uma mistura de Laranja e Tangerina, produzida por brasileiros, que durou de 2004 até 2005; a Fanta Discovery, que foi a fanta de Laranja Vermelha, comercializada de 2006 À 2007, e as Fantas Mundo, Tailândia (Manga e Laranja) e China (Melão e Laranja), que foram comercializadas entre 2007 e 2008. Também foi comercializada, à muito tempo atrás, na década de 70, a Fanta Guaraná, que foi substituída pelo Guaraná Taí, que por sua vez evoluiu para a Kuat.

Hoje postarei algumas fantas que o Luca não havia incluído no seu post sobre Fantas Exóticas. Espero que gostem (e que fiquem com vontade de provar, e devido à distância provavelmente só consigam daqui um bom tempo, e fiquem frustrados com isso muahahahahahaha).

Fanta Cider

Essa fanta possui um gosto similar à soda ou sprite. Dizem ser muito boa, alguns até descrevem como o melhor refrigerante diet.

Fanta Zero Cider por murasaki-sama. Continue lendo »





Tuper Tario Tros.

1 03 2010

O que acontece se você junta os dois mais viciantes e nostálgicos jogos do mundo, Tetris e Super Mario Bros.? Você tem Tuper Tario Tros. O jogo é meio difícil, mas muito divertido, o único contra é que a “fase” se mexe muito lentamente, o que cansa um pouco, mas vale a pena tentar!

Clique na imagem para jogar

By: Luca Lobo





Review: World of Goo (WiiWare)

8 01 2010

Genial, essa é a melhor palavra para descrever World of Goo, uma produção da 2D Boy (3 caras). O jogo custa 1500 wii points do WiiWare ( a loja virtual da Nintendo acessada pelo próprio Wii), o equivalente à 15 dólares, meio caro, mas vale a pena pois o jogo é ótimo. Tudo, desde a introdução até os levels são sombrios, muito sombrios, o que cria um ótimo clima, à medida que a história se desenrola você acaba descobrindo a verdade sobre o passado desse mundo sombrio e de seus habitantes mais simpáticos, as Goo Balls. O jogo funciona assim: Você tem um determinado número de bolinhas à mão, e uma quantidade que tem que salvar, com wii remote você gruda essas bolinhas umas nas outras formando uma ponte ou uma torre, mas cuidado, se for pesada demais ela pode cair, o jogo é um simulador de física por assim dizer. A música é uma das melhores que já ouvi em jogo, mentira, é A melhor, simplesmente linda, grandiosa e como todo o resto do jogo…sombria. Os gráficos são lindos, mesmo, o mundo é perfeito, cheio de detalhes parecendo um desenho animado, cheio de cores vivas e à arte-final é

Preste atenção, muita coisa pode acontecer ao mesmo tempo!

uma das melhores, e tudo isso combinado aumenta mais ainda o mistério. O jogo, fácil no começo, começa a ficar meio difícil a partir do outono (os “mundos” são divididos por estações) e vai piorando, mas para ajuda-lo foram inventados os Time bugs, insetos que você mata para voltar uma jogada no tempo. A dificuldade pode estar nas próprias bolinhas, algumas sendo inflamáveis, outras pode ser coladas mas depois desgrudadas (sim, uma das grandes dificuldades do jogo é que certas bolinhas, depois de grudadas já era), umas são gigantes, outras sobrevivem na água, assim vai. Algumas fases podem durar de 15-30 minutos de queimação cerebral, há ainda para os jogadores mais radicais, um objetivo compulsivo que pede por exemplo que você salve 35 bolinhas (tendo apenas 36) ou que termine a fase em menos de 1 minuto, essas brincadeiras de criança. Os controles são lidos com perfeição, ou seja, não há problemas. Agora, digamos que seu objetivo era salvar 10 bolinhas, e você salvou 18, o que acontece com as outras oito? Vão para a World of Goo Corp. Uma espécie de minigame onde você compete online para ver quem constrói a maior torre estável do mundo (a minha tem 10.2 metros de altura, é uma pirâmide). A diversão é ridiculamente grande e o jogo é tão bom, que é difícil desistir, mas se você não consegue passar de um puzzle, o jogo começa a perder a graça, e é esse meu problema com puzzles. O fator replay é enorme assim como a diversão pois, por que parar se é divertido não é? O jogo é viciante! Cada fase te oferece um desafio novo, seja colocar balões para fazer as bolinhas flutuarem, ou sacrificar um monte de bolinhas para que outras sejam salvas, nesse mundo bizarro o Sign Painter te ajuda dando dicas (indiretas) e filosóficas, mas que nem sempre ajudam, uma hora ele pode dizer que o título do jogo não é apropriado, outra hora ele diz que uma grande mudança está chegando.Uma das coisas que eu achei mais legais no jogo são as rotas alternativas. Está com um problema nessa fase? Tente a outra! Mas se você tem problemas nas duas… Se o jogo vale apena apesar do preço? Sim, eu não me arrependi, e se você for fã de jogos de lógica melhor ainda. Mas acho que crianças não vão saber apreciar o jogo, ainda.

Gráficos: 10

Som: 10

Jogabilidade: 10

Diversão: 8.0

Replay: 7.0

Nota Final: 9.0

PS: Se tudo é possível, não é possível que algumas coisas sejam impossíveis?

By: Luca Lobo